• +55 11 98398-6549
  • falecom@ocaradati.net

Sobre O Cara da TI

 

O nome O Cara da TI não foi pensado em algo para dar a impressão de alguém que “sabe tudo”, ou que na gíria popular, “é o cara” em determinado assunto.

 

Resolvi utilizar este nome me baseando em situações corriqueiras na produção de eventos: a falta de tempo  versus o grande número de profissionais envolvidos.

 

Num evento como o Salão do Automóvel, por exemplo, além das equipes técnicas de cada stand de cada uma das montadoras envolvidas há outras equipes trabalhando.

 

montagem evento o cara da ti rede cabeada wireless

Passagem de conduítes com cabeamento de rede, antes da equipe de piso ´chapear´ o local do evento (cobrir com chapas de madeira), para dar início à montagem dos stands.

 

Profissionais das áreas de segurança, credenciamento, alimentação, limpeza, rádio comunicadores, ar condicionado, geradores, distribuição elétrica, manutenção geral, entre outras, são comumente encontradas.

Desta forma, fica realmente muito difícil para um produtor de eventos conseguir decorar o nome de tanta gente em um curto espaço de tempo.

E então, quando um produtor precisa do auxílio de um desses profissionais, através do rádio intercomunicador sempre o chama pela área de atuação:

“Cadê o cara do gerador?”

“Cadê o cara dos carregadores?”

Alguém viu o cara da segurança?

 

E, claro, quando algum produtor não conseguia imprimir, ou tinha algum tipo de dificuldade com o uso dos computadores e periféricos ou mesmo com o acesso a internet, era certo que ele chamaria no rádio:

“Alguém viu o cara da TI?”

 

“O cara da TI tá na escuta?” 

 

Foi onde surgiu a idéia de utilizar “O Cara da TI” como nome do meu site para prestação de serviços em TI.

 

Muito prazer, sou Rogerio Silva, profissional da área de Tecnologia da Informação .

rogerio silva o cara da ti manutenção computadores redes são paulo

 

 

Trabalho com computadores desde 1992; tive meu primeiro contato com um computador, de forma profissional, quando trabalhei como digitador numa empresa de administração condominial. Desde então, a paixão por essas incríveis máquinas só aumentou.

 

Em todos estes anos tive a oportunidade de trabalhar com computadores incríveis para as épocas, onde carinhosamente posso destacar:

 

Prológica CP500, MSX, TK-85, Expert XP-800, PC-XT, PC-AT 286, 386, 486, além dos computadores com os processadores Pentium e AMD K5 e K6 / K6-II, entre outros.

prologica cp500 o cara da ti história

Computador Prológica CP-500

Um dos primeiros “cursos de computação” que fiz, me apresentou o mundo mágico da tela verde (naquela época, não havia ainda monitores coloridos… rsrs) do Prológica CP-500 e dos incríveis 2 MHz (dois megahertz) de seu super potente processador Zilog Z80A! 

 

Essa “super máquina” ainda vinha com incríveis 48KB de memória RAM, podendo ser expandida para absurdos 64KB!!! 

 

Hoje isso não chega nem perto da memória embutida nos atuais processadores da linha ´i´, da intel, a chamada ´memória cache´, que trabalham com, pelo menos, 4 mil KB!!!

 

Posteriormente, num outro curso mais aprofundado, fui apresentado àquela que, na época, era uma das mais queridas linguagens de programação para iniciantes: o Clipper.

 
linguagem clipper o cara da ti

Exemplo de código de programa em linguagem Clipper

Juntamente com o “poderosíssimo” banco de dados DBase III Plus, era a base para quem queria dar seus primeiros passos no mundo do desenvolvimento de sistemas de pequeno porte. E foi o que fiz.

 

Também passei por linguagens de programação como “C” e “Visual Basic“, mas face a minha origem, acabei escolhendo a linguagem PHP como principal, pela facilidade e poder de desenvolvimento.

 

Em meados de 1989, desenvolvi meu primeiro sistema de gerenciamento empresarial, para uma empresa de Dedetização que prestava serviços no condomínio onde residíamos. E daí não parei mais.

 

Hoje, trago no currículo vasta experiência em TI, abrangendo desenvolvimento de softwares, manutenção de hardware, manutenção em bancada de roteadores e switches com solda em placas SMD, manutenção em redes cabeadas e WiFi.

 

Como trabalhei no suporte telefônico da Apple, o AppleCare, também possuo boa experiência em manutenção de equipamentos da marca, com atendimento diferenciado e diagnóstico preciso.

 

Meu objetivo é atender a problemas na área de TI desde clientes domésticos até microempresários e empresas de pequeno e médio porte, sempre com pontualidade, objetividade e rapidez, pois entendo o quão prejudicial pode ser um equipamento parado.